Assis Aragão - Minhas Satisfação

Porque Arquitetura

Na minha infância fui criado em uma família em que o trabalho a dignidade, caráter e a honestidade sempre foram o lema principal e a ordem que imperou. Meus pais muito católicos e trabalhadores, sempre me fizeram que este valores tivessem prioridade. O estudo tinha que ter dedicação total, em seguida o trabalho, sempre estudamos nos melhores colégios de Fortaleza, logo tivemos que trabalhar desde cedo, pois meus pais eram muito humildes, e tínhamos que ajudá-los. Minha criatividade já trago da genética, meus país me mostravam toda sua capacidade de criação.

Meu pai aos 18 anos fabricava seu próprio cavaquinho com simples serrote, faca e cacos de vidro, fazia ainda com casca de madeira e vendia para fazer um extra em sua humilde renda. Mamãe desde cedo aprendeu a costurar e com essa profissão e habilidade conseguiu nos educar nos melhores colégios mostrando a dedicação de seu trabalho. Ainda me lembro dos belos vestidos de noivas e de debutantes que ela confeccionava com suas auxiliares, eram muito elogiados e que realmente me fascinavam com tanta criatividade.

Meu pai sempre foi meu herói, vir fazer tudo aquilo que precisava ser feito, ainda me lembro quando eu era criança que eu e meus irmãos éramos doidos para ter uma bola de couro, não dava para comprar pois era muito cara, mas meu pai resolveu fazer uma, tinha achado uma bola velha no cemitério que era na frente de nossa casa. Papai desmanchou a velha bola, comprou material e em poucos dias tínhamos uma bola novinha, feita pelo meu pai, e ainda nos ensinou a fazer outras. Sei que grandes peladas de futebol foram disputadas com aquelas bolas fabricadas MEDE IN PAPAI.

Moramos em uma casa muito grande construída durante a ocupação holandesa no Brasil, aquela casa me fascinava pelos seus espaços e pelo detalhe construtivo. Lá comecei a me interessar por arte, sistema construtivo e lógico, arquitetura.

A minha experiência com arquitetura data do início dos anos 70, quando fiz o curso de bombeiro hidráulico, em seguida fui para o Curso técnico de edificações na escola técnica federal do Ceará. A escola técnica realmente me preparou para ser um técnico em edificações, foi um marco em minha carreira e me encaminhou para a faculdade de Arquitetura.

Assim vim para Brasília em 73 para prestar vestibular para arquitetura, vim já com uma profissão, e fui a luta atrás dos escritórios de arquitetura onde trabalhei com diversos arquitetos da cidade. Nesse período me aperfeiçoei em desenvolvimento de projetos de arquitetura, instalações prediais e estruturais. Isso fez com que me facilitasse no curso de arquitetura na UNB.

Tudo isto mais minha vocação que tinha desde criança e minha força de vontade, dedicação pela arte, me levaram a um desempenho sem limites no meu curso. Durante o curso trabalhei para vários escritórios de arquitetura. Na Sondotec onde desenvolvi os projetos das vilas para engenheiros e técnicos da hidroelétrica de Samul no Pará. Lá trabalhei projetando residência – clubes – hospital – hotel – alojamento – refeitório com cozinha industrial – postos de gasolina – praças e plano urbanístico. Foi uma experiência que me deu muitos conhecimentos.

Formei em 79 quando estava trabalhado na Emosa Engenharia, construia um prédio de 8 pavimentos, perto do parque da cidade, onde funcionava a antiga cobal, estava com muitas expectativas para minha profissão e com muitos planos para minha carreira, era minha vida que estava pronta!!

Um acidente me tornou tetraplégico. Um período de muita dor e sofrimento. Tive que aprender a desenhar com adaptações e com outro braço, mais toda minha força de mostrar meu trabalho e conquistando a confiança de uma clientela.

Aos poucos os projetos foram surgindo e assim fui me especializando em residências que é meu forte. Mais também foram surgindo projetos de teatro, prédios residenciais, academias, clínicas médicas, pousadas, portarias de condomínio, posto de saúde, centros administrativos, centrais de telefonia, casas de praia, praças, etc. Tendo hoje mais de 70% foram construídos por minhas equipes e sobre minha responsabilidade técnica. Hoje trabalho no meu escritório a mais de 20 anos, todo informatizado, com uma equipe de profissionais competentes, capazes de projetar qualquer tipo de projetos na área de arquitetura, instalações e cálculo estrutural.

Para mim é uma grande vitória ter dado a volta por cima e poder trabalhar com aquilo que mais gosto de fazer; por isto tenho muita satisfação de poder contribuir em realizar os sonhos de meus clientes, com os projetos arquitetônico que desenvolvo.

Assinatura Assis Aragao